VVG ENGENHARIA LDTA.

AV. SERNADOR VALDON, 3407, SERRA DOURADA, BARRA DO GARÇAS, MT

(66) 3401-8017

contato@vvgengenharia.net

Lajes treliçadas

A Laje de isopor, também conhecida como EPS, consiste em uma estrutura feita com vigotas de concreto e ferragem, criando suporte para o encaixe do isopor. Após essa estrutura de sustentação ficar pronta, são encaixadas as placas de poliestireno (isopor) que formam a base da laje. Com toda a laje de isopor instalada, são posicionadas escoras que darão sustentação a concretagem superior. Assim o espaço entre laje e telhado é preenchido com concreto, depois de tudo preenchido, basta esperar a secagem para a continuação da cobertura da edificação.

 

Vantagens

 

Isolamento térmico: considerar o isolamento térmico é um ponto primordial no momento da construção. E nesse ponto a laje de isopor é muito superior, uma vez que o material consegue equilibrar a temperatura interna, sem absorver ou perder demais as temperaturas, e manter um clima agradável para o interior da edificação.

 

Facilidade de instalar conduítes: ao ser comparada com qualquer outro tipo de laje, o modelo de isopor é o mais fácil para passar conduítes de energia, podendo ser cortados nos pontos necessários, já que as mangueiras que conduzem fios podem ser instaladas em qualquer ponto da laje.

 

Transporte e manuseio: ao optar por outros tipos de laje, é comum a demora na entrega do material por conta da dificuldade de transporte e peso. Já a opção de isopor, que é mais leve, torna todo o processo mais eficaz, uma vez que a leveza das placas permite carregamento maior no caminhão e manuseio mais fácil na hora de elevar as placas para o telhado.

 

Pouca perda: ao contrário dos modelos cerâmicos e outras opções que quebram com maior facilidade e enfrentam a dificuldade de corte para seguir o formato da obra, a versão de isopor é melhor. A opção em EPS permite mais cortes em diferentes formas e isso diminui as chances de erro, e consequentemente, a perda com cortes errados. As placas de isopor também são ideais por terem menos problemas com trincas e quebras, e isso aumenta a vantagem deste tipo de material.

 

Isolamento acústico: a laje de isopor não é eficaz apenas quando se refere ao isolamento térmico, o material também se sai muito bem como isolante acústico, e pode ser uma boa opção para sobrados ou até para casas térreas, isolando os barulhos externos.

 

Rapidez na montagem: A laje de isopor pode ser uma alternativa para deixar a obra mais dinâmica, a montagem inicial é mais rápida e dispensa o processo de secagem.

 

Fundação de carga menor: o isopor tem peso bem menor quando comparado a outras opções de lajes pré-moldadas, favorecendo a fundação da edificação que irá receber uma carga menor; o que pode resultar em um processo até mais rápido e econômico para o processo de fundação.

 

Dispensa estrutura de madeira: em geral, as lajes maciças pedem caixotes de madeira que darão suporte ao concreto até o momento da secagem total, já no caso da laje de isopor essa estrutura de madeira é dispensável, uma vez que o isopor funciona como suporte para o concreto. A única estrutura de sustentação que a obra pede são escoras em pontos distintos.